Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa: João César Mattogrosso defende políticas efetivas no combate a este crime
Enquanto Titular da Secic, vereador participou de importantes iniciativas destinadas  este público
  • Reading time:3 mins read
  • Post author:

Após uma vida inteira de trabalho e dedicação, muitos idosos não recebem o acolhimento e respeito esperado e se tornam vítimas de violência.

Com o objetivo de coibir tal crime e prevenir novos casos, a Organização das Nações Unidas (ONU) e a Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa, instituiu o dia 15 de junho como o Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa. O principal objetivo é criar uma consciência mundial, social e política sobre a existência da violência contra a pessoa idosa e, simultaneamente, disseminar a ideia de não a aceitar como um fenômeno normal.

Em Mato Grosso do Sul, a Lei nº 5.215/2018, estabelece o “Junho Prata”, como mês de enfrentamento à violência contra a Pessoa Idosa – com foco no público acima dos 60 anos de idade.

Atento ao tema, o vereador João César Mattogrosso (PSDB) defende políticas públicas voltadas a este público e destaca que, enquanto titular da Secretaria Estadual de Cidadania e Cultura (Secic), promoveu, por meio da Subsecretaria de Políticas Públicas para Pessoa Idosa iniciativas destinadas à proteção e bem-estar dos cidadãos acima dos 60 anos.

“Respeito, admiração e apoio são a base para atuarmos em defesa daqueles que muito já fizeram por nossas famílias e sociedade. Enquanto secretário da Secic, atuamos com olhar voltado aos idosos, realizamos junto ao Governo do Estado, o Encontro Estadual de sensibilização para adesão dos municípios ao Pacto Nacional de Implementação da Pessoa Idosa (PNDPI), entre outras ações. Acreditamos que enquanto representantes eleitos pelo povo, somos o canal para que mais iniciativas e políticas públicas eficientes possam ser realizadas”, pondera João César Mattogrosso.

Violência contra o idoso no Brasil – Segundo dados divulgados pela Agência Brasil em 2021, houve crescimento considerável deste crime nos últimos anos, principalmente durante o pico da pandemia.

De acordo com a publicação, em 2019, 30% do total de denúncias recebidas pelo canal Disque 100 no País eram referentes à violação dos direitos da pessoa idosa. O equivalente à época, a 45.500 casos. No ano anterior (2018) esse total era de 37.400 casos.

Durante a pandemia, o número aumentou média de 53%, alcançando 77.180 casos em 2020 e quase 34 mil casos apenas no primeiro semestre de 2021.  

A violação dos direitos da pessoa idosa é crime e pode ser denunciado pelo Disque 100 ou nos números de emergência da polícia, como o 190.

CHAMA O JOÃO – Para chamar o João para uma visita ao seu bairro ou indicar melhorias, basta baixar o aplicativo que está disponível para Android e iOS. Além de solicitar avanços para sua região, também é possível acompanhar o trabalho do vereador e entrar em contato pelas redes sociais: fb.com/jcmattogrosso e instagram.com/jcmattogrosso ou WhatsApp: (67) 99904-4045. Esses são os canais que conectam o mandato do vereador diretamente com a população de Campo Grande.

Elci Holsback – Assessora de Comunicação

Foto: Malu Pessota

0 0 votes
Avaliação
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários